• Festina Lente

Minha experiência no Workshop D.Y.L for women (set-out 2020)

Sou socióloga, autora e co-fundadora da Plataforma Festina Lente. Em 2020-1, lancei essa plataforma online e assumi o mantra "falhe rápido e falhe" ao testar seu primeiro protótipo. Meu foco era encontrar alegria na experimentação de novas ideias e projetos (em parceria com Martha Scodro), obter feedback rápido e, em seguida, revisá-los e adaptá-las com agilidade. Desde que participei do DYLF Women Virtual Workshop em 2020, sinto que tornei-me mais confiante e criativa ao me dedicar a ajudar pessoas a melhor se prepararem para enfrentar os desafios em um mundo de constantes mudanças. Fui convidada para escrever essa minha experiência no blog do D.Y.L. que aqui transcrevo, traduzido para o português.


"Seja a melhor no que você faz!" eu costumava ouvir em casa, como jovem adulta começando a faculdade. Acontece que esse sentimento me pressionou para atender às altas expectativas e também promoveu ansiedade e frustração à medida que o tempo passava. Eu não poderia me contentar com uma versão média de mim mesmo. Eu tinha que ser perfeita e me destacar. Como resultado, qualquer falha foi experimentada por mim como uma tragédia devastadora. Aos meus olhos, nunca fui boa o suficiente, muito menos o melhor em qualquer coisa. Agora é fácil entender meu entusiasmo ao ler o livro Designing Your Life, de Bill Burnett & Dave Evans. Adorei o método de design de vida que eles propunham, com ênfase em valores fundamentais, felicidade e experimentação destemida. Imediatamente adotei o mantra "falhe rápido e falhe para a frente". Isso era 2019, e eu estava começando a desenhar a plataforma online. Eu estava preocupada em não estar totalmente pronta, pensava que o conteúdo da plataforma deveria ser muito mais pensado e desenvolvido. Mas eu segui em frente vivendo meu mantra e enquadrando este lançamento como um primeiro protótipo. Design é tudo sobre construir o seu caminho para a frente. Quando você aprende, você itera em outra versão.


Assim que vi a chamada para a oficina DYL for Women a ser realizada em Nova York, comecei a fazer planos para participar. No entanto, com o acerto das restrições pandêmicas, uma versão online do evento foi oferecida, permitindo que eu participasse do workshop virtual de setembro de 2020 a partir de minha casa, no Rio de Janeiro, Brasil. Foi uma experiência incrível estar em oficinas zoom com dezenas de mulheres de todas as idades e nacionalidades. Durante as sessões de breakout do Zoom, pude aprender mais sobre algumas das mulheres, ouvir suas histórias de vida e compartilhar em sua busca por vidas mais felizes, significativas e satisfatórias.


O conceito de colaboração radical – co-criando com pessoas que têm diferentes formações e experiências de vida – estava vivo e trabalhando para nos ajudar a projetar vidas alinhadas com nosso trabalho e objetivos de vida e propósito. A oficina era exatamente o que eu precisava para me destravar e construir confiança para experimentar novas ideias e projetos. O conceito de prototipagem, teste e ajuste – como nos melhores projetos – se aplica maravilhosamente à construção de qualquer atividade sólida na vida.


Ao final da oficina não só me senti validada nas ideias para a plataforma online que estava construindo, mas também pude projetar dois Planos Alternativos, na versão ‘Odisseia’, que me ajudariam a decidir se e quando é hora de mudar de rumo. Aos 61 anos, estou me sentindo muito mais à vontade com o experimentar de ideias e entendendo que aprendo à medida em que avanço. Posso reformular o fracasso e dizer adeus – para sempre – à minha síndrome perfeccionista.


Ana Cristina Leonardos

Co-fundador da Plataforma Festina Lente 50

http: www.festinalente50.com




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo